Sabrosa e Sonorgás assinaram protocolo de colaboração

O Município de Sabrosa e a Sonorgás, empresa do grupo Dourogás, assinaram na manhã de ontem, 24 de Agosto, um protocolo de colaboração, tendo como objetivo a dinamização das infraestruturas da Zona Industrial de São Martinho de Anta.

O protocolo foi assinado por Helena Lapa, na sua qualidade de Presidente da autarquia e  Armando Moreira, Presidente da Administração da Sonorgás.

O protocolo prevê a partilha de informação sobre o projeto e a execução simultânea das empreitadas, para abertura de apenas uma vala, nos troços em que a obra coincida, com imputação das despesas relativas à conduta de gás à Sonorgás.

A Sonorgás é a detentora da licença, outorgada pelo Estado, para a construção e gestão, em serviço público, da rede de distribuição de gás natural no concelho de Sabrosa. O município de Sabrosa necessita de acompanhamento técnico e orientação para o empreendimento em questão. Conhecimento e experiência que a Sonorgás garante, pela prestação desse mesmo acompanhamento nas suas obras de prolongamento e consolidação de redes, com reconhecida forma de minorar os impactos nas vias e na vida das populações.

A Presidente da Câmara Municipal de Sabrosa, Helena Lapa, referiu que se celebra este protocolo para “disponibilizar as melhores opções e condições de mercado às empresas que se vierem a instalar na nova Zona Industrial de São Martinho de Anta. É um dever, considerando que dispor de gás natural neste projeto, é, sem dúvida, uma mais-valia que trará às empresas mais competitividade. Num mercado como o nosso, todos os pormenores contam para o seu sucesso, e este investimento valorizará, consequentemente, o projeto e o nosso território.”

Armando Moreira, fez uma intervenção emotiva, porque como ex-autarca, mostra grande contentamento com a potencialização do interior do país. “Participar no nascimento de uma nova Zona Industrial, e tendo a responsabilidade de trazer uma energia, limpa, segura, mais económica e geradora de vantagens económicas, é trazer prosperidade e fatores de desenvolvimento equiparados aos que existem no litoral”.

A concretização deste projeto, permite ao concelho de Sabrosa atrair e reter investimento, gerador de postos de trabalho, valorizando o tecido empresarial, apoiando uma área de desenvolvimento identificada pela autarquia como urgente e prioritária.